Direita quer privatizar a água
Censura: em Santa Cruz Cabrália/BA é proibido colocar faixas nas ruas
Para não permitir que a população tome conhecimento de seus projetos de privatização, prefeito do município de Cabrália-BA não permite que a população coloque faixas nas ruas.
censura
Direita quer privatizar a água
Censura: em Santa Cruz Cabrália/BA é proibido colocar faixas nas ruas
Para não permitir que a população tome conhecimento de seus projetos de privatização, prefeito do município de Cabrália-BA não permite que a população coloque faixas nas ruas.
Ilustração sobre a censura
censura
Ilustração sobre a censura

O prefeito fascista de Cabrália-BA, Agnelo Silva Santos Júnior do PSD, proíbe os moradores da cidade de colocarem faixas nas ruas. A medida, que já é muito burocrática, pois exige um pedido para que a faixa seja colocada, está sendo proibida pelo atual prefeito.

Mesmo com todos os trâmites burocráticos prontos, um morador da cidade foi impedido de colocar quatro faixas parabenizando o povo brasileiro pelo 7 de Setembro. Somente estão sendo permitidas faixas de vereadores e do prefeito, ou seja, somente aqueles que já estão no poder podem promover o que pensam por meio de faixas, e  como sabemos, fazem isso somente como promoção pessoal.

A cidade está com vários projetos de privatização, como a privatização da água. A medida serve então para que os moradores não tentem demonstrar a insatisfação com as medidas impostas pela direita na cidade, da mesma forma que faz a direita em Porto Seguro, em que a prefeitura e os vereadores fascistas realizaram um pacto com uma empresa de Outdoor para que a empresa não colocasse placas pagas pelos moradores da cidade contra a privatização da água e do esgoto.