Censura: bolsonaristas querem prender Roger Waters, do Pink Floyd, por criticar Bolsonaro

waters

Depois da apresentação musical do cantor Roger Waters, ex-integrante da banda Pink Floyd, muitos “bolsominions” postaram vídeos agressivos e truculentos contra o consagrado artista. O motivo foi um telão que mostrava o nome de diversos fascistas ao redor do mundo, entre eles o candidato Jair Bolsonaro. Houve vaias e protestos no momento, e o artista chegou a dizer que estava surpreso com a reação da plateia.

A reação dos bolsominions parece seguir um mesmo padrão, qual seja, a violência e as ameaças de morte ou prisão. Em geral, são vídeos com muitos xingamentos e apelo ao medo. Contra Roger Waters não foi diferente. Houve até quem defendesse a prisão do cantor por ter feito um discurso político. Porém, a politização nas apresentações de rock and roll é muito comum, e não deveria ser surpresa. Outrossim, o referido cantor sempre teve esse traço característico em suas apresentações ao redor do mundo. Porém, como afronta ao posicionamento político dele, os bolsominions passaram a atacá-lo durante o evento e nas redes sociais.