“Combate a corrupção”
O ministro Celso de Mello suspendeu julgamentos contra o procurador Deltan Dallagnol que poderiam afasta-lo da Lava Jato
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brasília - O procurador Deltan Dallagnol participa da palestra Democracia, Corrupção e Justiça: diálogos para um país melhor, no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), campus Asa Norte (José Cruz/Agência Brasil)
Procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol | Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (17) o ministro do STF Celso de Mello, acatou um pedido da defesa de Deltan Dallagnol e determinou, que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) suspenda o julgamento de ações que poderiam afastar o procurador da operação Lava Jato. O julgamento estava marcado para esta terça-feira (18).

O julgamento atenderia duas ações contra o membro da Lava Jato, uma apresentada pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) em que ele acusa o procurador de ter atuado politicamente contra sua eleição para a presidência do Senado, em 2019, e outra apresentada pela senadora Kátia Abreu (PP-TO), que aponta irregularidades na tentativa de criação de uma fundação por Dallagnol para receber R$ 2,5 bi que foram pagos pela Petrobras em processo nos EUA.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas