Causa Operária TV: os interesses econômicos e políticos contra o futebol brasileiro

BRASIL X SUIÇA

Veja na Análise Política da Semana os interesses que envolvem o futebol e a política, dominando e pressionando o mercado do futebol. A Copa do Mundo, fenômeno esportivo mais assistido do mundo, não estaria fora do alcance da luta de classes, fora da órbita de domínio da burguesia. Trecho a seguir explica detalhadamente as conspirações e pressões contra o futebol brasileiro:

“Uma coisa que é fundamental e não está absolutamente entendido, substituído por uma análise moralista de estilo Lava-Jato são as coordenadas que atuam sobre o futebol. No futebol se expressa, de uma forma específica, a luta dos países contra o imperialismo e a luta dos trabalhadores e oprimidos contra a burguesia.

Por exemplo, na Inglaterra, a classe média e a burguesia britânica vem o futebol com extremo desprezo, futebol é coisa de ignorante, da classe operária britânica, de gente inferior. Imaginem o nível do racismo contra os próprios compatriotas. Quando vem a Copa, muda de figura por que a seleção britânica tem outro sentido. Ela tem o objetivo de unir os trabalhadores sob um nacionalismo, uma afirmação do imperialismo inglês. Ocorre o confisco dos interesses populares em função do imperialismo, também há o problema econômico.

No Brasil, o que tivemos na Copa, é o que já aconteceu na Copa passada. Aliás, ocorre sempre, mas nem sempre é um desastre. É o fato de que o futebol europeu conspira contra o futebol brasileiro. Existem os muito sábios que falam que não existe conspiração, tudo é feito as claras. Quando os EUA espionaram a Dilma com os grampos, eles não ligaram informando que iriam fazer isso. Além destes existem os que iriam perguntar, mas por qual motivo o futebol brasileiro?

Desde que o futebol brasileiro entrou em maturidade, desafia o predomínio do futebol europeu. Eles ameaçam se transformar na única verdadeira potência futebolística internacional, isso daí, já do ponto de vista esportivo, geraria a maior rivalidade, mas isso nem é o mais importante. Temos que considerar que o futebol tem interesses políticos, a utilização dos europeus do nacionalismo imperialista é muito grande e sobretudo de bilhões de dólares, não é pouca coisa. Vemos que um Clube do imperialismo espanhol, Real Madrid investe milhões para ter um grande retorno. Então, os interesses econômicos e políticos estão todos contra o Brasil, que é a principal ameaça contra esse condomínio de países imperialistas que dominam o futebol. Isso é uma coisa óbvia, por isso o Brasil se transforma em um símbolo para aqueles que são contra esse condomínio e como essa divisão não se limita ao futebol, mas é a divisão dos poderosos contra os explorados, o futebol acaba expressando a oposição política de todos os explorados contra os poderosos. Daí que, embora muita gente não queira admitir, o Brasil seja sistematicamente sabotado nas Copas do Mundo.

Quando o PCO faz a afirmação de sabotagem ao futebol nacional e há pessoas que falam que não é isso, ocorre por que não conhecem a história do futebol brasileiro na Copa. As denúncias de sabotagem vem desde a primeira Copa do Mundo, até nas Copas em que o Brasil ganhou houve muita denúncia de sabotagem. Há uma pressão enorme contra os jogadores brasileiros da imprensa internacional, violência extraordinária dos jogadores europeus, cuja a arte futebolística é parecida com o box. Portanto o Brasil sempre enfrentou dificuldades, sendo que o Brasil só ganhou uma Copa na Europa.”

Contribua com a Causa Operária TV para que haja uma programação melhor, com mais qualidade visual e mais diversidade de conteúdos. A Causa Operária TV é um esforço do PCO, que se receber apoio dos demais pode ficar cada vez maior.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-causa-operaria-tv-fevereiro