Causa Operária TV: “O enfraquecimento extraordinário do regime político”

Brazil's President Temer speaks to journalists at the Planalto Palace in Brasilia

Veja um trecho da Análise Política da Semana, da COTV, no Youtube. Nesse trecho, o companheiro Rui Costa Pimenta falou obre o tema “O enfraquecimento extraordinário do regime político”:

“Um terceiro aspecto que eu queria destacar em relação a essa questão do Lula é o seguinte: é um problema que diz diretamente à orientação política. Quando nós enfrentamos uma crise do tamanho que nós estamos vendo. Nós estamos vendo a crise de fora. Estamos vendo um setor ‘A’ da burguesia brigar com um setor ‘B’ da burguesia. Nós estamos vendo aquelas as idas e vindas no terreno judiciário, no terreno parlamentar, no terreno do governo etc e tal. Mas de modo geral o que nós estamos vendo é o enfraquecimento geral do regime político. Extraódinário.

O governo tá morto, Temer. Congresso paralisado. As medidas que eles conseguem tomar são aquelas que passam pouco despercebidas pela opinião pública, que no Brasil é bastante coisa, mas não consegue chegar nos pontos centrais, tipo reforma da Previdência. A desmoralização do conjunto das instituições é enorme, e todos os partidos e todas as instituições fundamentais estão divididas.

Então quer dizer, se nós olharmos a coisa como deve ser vista, como um grande campo de batalha, nós estamos em cima do morro, e tá lá o exército golpista. O que nós vamos ver é um golpista batendo na cabeça do outro com uma espada. Um setor queimando pedaço do Acampamento. Uma zona total. Se você é Comandante das forças inimigas, você logicamente Tem que olhar e dizer que é um momento de atacar, porque esse povo está atingindo, assim, uma situação máxima de desorganização, logo isso aí vai atingir um ponto de ruptura. O negócio vai estraçalhar, Eetão vamos organizar nosso ataque.

O problema, o que nós temos falado sistematicamente, é que ninguém organiza ataque nenhum. A turma que tá em cima do morro fica olhando e pensando se os próprios golpistas não vão se entregar, depor as armas, chamar o general que tá lá na cadeia do acampamento golpista por comandar o acampamento golpista. Quer dizer,  é uma reação até certo ponto natural de quem perdeu a bússola política já faz tempo. Então o que nós temos que dizer é que é preciso organizar a luta política de massas na rua contra o golpe.”

Não perca o programa Análise Política da Semana, todos os sábados, a partir das 11h30, ao vivo, no canal COTV, do Youtube.