Apenas R$ 3,00
Nesta edição, o jornal mais antigo da esquerda brasileira tem como principal tema a guerra da vacina, mas também conta com matérias nacionais, internacionais e culturais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
imagem_2020-12-13_182812
Capa do Jornal Causa Operária, edição 1.139 | Foto: DCO

O Jornal Causa Operária (JCO) é o jornal mais antigo da esquerda brasileira e único que é vendido semanalmente. É através dele que se organiza toda a atividade política do PCO, assim como ocorria com o Partido Bolchevique de Lênin e os demais partidos revolucionários, que investem em uma imprensa forte e mantida pelos próprios militantes e trabalhadores, como forma de fazer a luta política contra a burguesia.

Nesta semana, o JCO terá como tema central a guerra das vacinas no Brasil, que opõe de um lado a direita tradicional que deu o golpe de estado, com João Doria encabeçando a ala, e, de outro, o bolsonarismo. A disputa se dá através de temas superficiais relacionados às vacinas (como a obrigatoriedade ou não de sua aplicação), mas que tem como objetivo somente as eleições de 2022. Nenhuma das duas alas tem de fato um programa para a vacinação no País e somente polemizam com o intuito eleitoral.

 

Além das vacinas, o jornal também aborda as declarações de Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil, que se coloca na contramão do que vem pregando a burguesia e propõe a luta pela restituição dos direitos políticos do ex-presidente Lula, dizendo que devemos realizar uma mobilização para que o ex-líder sindical possa disputar as eleições de 2022 e, com isso, possamos derrotar o golpe de estado.

O JCO desta semana também faz a defesa da população brasileira contra aqueles que preferem jogar a culpa da situação do País nas costas do povo, ao invés de lutar para que os trabalhadores se mobilizem em torno de um programa capaz de derrotar o golpe de estado corrente no Brasil.

Outro tema abordado no primeiro caderno do Jornal é o da matéria “Após histeria e chantagem, ‘boa sorte’ à direita“, em que se polemiza com os setores da esquerda que criaram uma onda histérica nas últimas eleições, dizendo que era necessário derrotar a direita nas urnas a todo custo (nem que para isso fosse necessário se aliar com uma outra ala da direita), mas que, passadas as eleições, resolveu desejar um bom trabalho aos carrascos direitistas do povo brasileiro.

Na página de opinião, os dirigentes do PCO Rafael Dantas e Antônio Carlos Silva abordam respectivamente os temas “Lula presidente! Como mobilizar?” e “Direita quer eleger seu Joe Biden em 2022” em suas colunas. Na primeira, Dantas aponta a única maneira pela qual é possível dar um basta no golpe de estado, a organização dos trabalhadores e demais oprimidos em torno da candidatura de Lula. Já a matéria de Antônio Carlos trata sobre as manobras da direita no intuito de construir um candidato que possa derrotar Bolsonaro, mas que também seja de direita, de forma a dar continuidade à política contra a população, sem a verborragia bolsonarista.

Nos editoriais do Jornal, são tratados temas como o exemplo de Cuba no combate ao coronavírus, as eleições no Congresso e o motivo pelo qual Lula é um fator central na luta contra o golpe de estado no País.

Fechando o primeiro caderno, temos uma matéria que denuncia o fim do auxílio emergencial e como o povo brasileiro que já passa necessidades se verá ameaçado ainda mais pela fome já no início de 2021. Cerca de 100 milhões de pessoas estão ameaçadas pela fome no País.

O segundo caderno do JCO tem como matéria de cultura uma homenagem aos 80 anos de Frank Zappa, o músico genial que lutou contra a censura nos EUA. Zappa foi, além de um genial instrumentista, praticamente uma enciclopédia musical ambulante, conhecedor de música erudita, de rock, de jazz e de inúmeros outros estilos musicais, além de um grande satirizador da classe média norte-americana.

Na seção de história, o companheiro Antônio Eduardo Alves de Oliveira trata do tema “O stalinismo e os dias de hoje“, comentando sobre a influência que o fenômeno da burocracia soviética tem ainda no período atual, por mais que seja somente uma influência muito pequena. O tema será abordado na 46ª Universidade de Férias do PCO, que ocorrerá em janeiro e fevereiro de 2021.

A matéria da seção de Negros do JCO trata do identitarismo, a política que veio das universidades norte-americanas e que tem como intuito impedir o real desenvolvimento da luta população negra, através de uma demagogia barata para esconder a opressão dos negros.

Já a matéria de Juventude demonstra quem realmente está querendo o retorno das aulas durante a pandemia, que pode intensificar o genocídio contra a população do País. Com toda certeza, não é a juventude que deseja o retorno.

A seção que trata do Movimento Operário propõe mobilizar todos os trabalhadores do País em torno de um programa contra o desemprego e as privatizações que ocorrem neste momento no Brasil.

O Jornal também cobre as eleições na Venezuela, trazendo a análise dos acontecimentos e a gigantesca vitória que obtiveram o povo e os movimentos chavistas no país contra o imperialismo que quer tomar conta da economia da nação latino-americana.

Tudo isso pelo valor de apenas 3,00 reais, através do qual, além de se esclarecer politicamente, você contribui para o fortalecimento de uma imprensa revolucionária e independente da burguesia. Além do valor unitário, você pode fazer uma assinatura do JCO, pagando pelo número de semanas que deseja receber o jornal em sua casa mais o valor do frete dos Correios.

Planos de assinatura – valor do jornal + frete:

Individual (1 jornal) – R$ 5
Mensal (4 edições do jornal) – R$ 20
Trimestral (12 edições do jornal) – R$ 60
Semestral (24 edições do jornal) – R$120
Anual (42 edições do jornal) – R$ R$ 240

É possível adquirir o jornal clicando aqui, conversando com o militante do PCO que você conhece ou através do telefone da Secretaria de Organização do Partido da Causa Operária: (11) 99741-0436.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas