Siga o DCO nas redes sociais

Catedral de Notre-Dame: o neoliberalismo destruiu mais um patrimônio cultural da humanidade
Catedral de Notre-Dame: o neoliberalismo destruiu mais um patrimônio cultural da humanidade

A Catedral de Notre-Dame resistiu à Revolução Francesa e a duas guerras mundiais. Em 182 anos, a Catedral ficou intacta mas, agora, não se salvou do neoliberalismo de Macron.

A Catedral está localizada no centro de Paris, em uma ilha do rio Sena. Sua construção teve início no ano de 1163 e seu término em 1345. O telhado e o pináculo do edifício ficaram destruídos. A catedral também guarda relíquias da paixão de Cristo. As perdas sofridas nesse patrimônio mundial são insubstituíveis.

Aqui no Brasil, os golpistas, capachos do imperialismo, atearam fogo no Museu Nacional do Rio de Janeiro, em 2018 e, em 2015, no Museu da Língua Portuguesa. Recentemente, o governo do Doria anunciou um corte na cultura. Na França, Macron havia feito um corte de verba para a reforma da Catedral em 2017. Tanto no Brasil como na França o que vemos é mesma política de terra arrasada implantada pelo imperialismo.