Racismo
O caso demonstra o tratamento violento e covarde dos órgãos de repressão contra o povo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
racismo_idoso_infarto-600x420
Idoso e sua filha na frente do hospital onde ocorreu a violência. Imagem: reprodução. |

Um idoso, de 62 anos, foi agredido de maneira covarde em um hospital de Gravataí, neste sábado, 18. Everaldo da Silva Fonseca acompanhava a esposa Maria Gonçalves Lopes, que estava internada no hospital. Em dado momento, alguns funcionários do hospital acusaram Everaldo, que é negro, de ter furtado o celular de uma auxiliar de enfermagem.

O idoso foi agredido, xingado e humilhado por seguranças do hospital. “Me revistaram e levaram para um corredor escuro. Apanhei, tomei soco nas costas, um chute do guarda, pisão no pé. Me disseram um monte de palavras de baixo calão. Eu disse pra ele que era um homem de 60 e poucos anos e que eu não ia tá apanhando, passando a maior vergonha. Gritava para me largar e não me largavam”, relatou.

O filho de Everaldo relatou ainda que sua mãe, Maria Gonçalves Lopes, teve suas roupas arrancadas por alguns funcionários na tentativa de encontrar o celular.

Devido ao pânico e ao desespero, Maria Gonçalves Lopes, teria tentado conter os guardas, quando teve um ataque cardíaco e faleceu.

Minutos depois da agressão o celular foi encontrado em outra sala do hospital.

É preciso ter claro que este não é um caso isolado. Trata-ser do modus operandi dos aparatos de repressão contra a população pobre, principalmente contra os negros.

É preciso reagir à violência do estado contra povo por meio da mobilização. defender a dissolução de todo o aparato repressivo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas