Menu da Rede

Anterior
Próximo

Tensão

Caso de espionagem leva Rússia a expulsar diplomata búlgaro

Os casos de expulsão de diplomatas búlgaros e russos estão estritamente ligados as bases da OTAN e casos de espionagem americanos na região

Tempo de Leitura: 2 Minutos

Bases da OTAN e a colaboração entre países imperialistas são agentes de tensão em todo o mundo – Foto: Reprodução

Publicidade

A tensão diplomática entre Rússia e Bulgária ganhou mais um episódio nesta segunda (28). Após a Bulgária expulsar um diplomata russo do país no começo de dezembro, ação colocada por Moscou como sem fundamentos, o país reagiu à altura e deu um prazo de 72 horas para que o diplomata búlgaro A. Krystin deixe o país.

As ações tanto da Bulgária quanto da Rússia estão relacionadas com casos de espionagem das tropas americanas no país que é membro e possui uma base da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte). A OTAN é um exemplo clássico de colaboração entre os países imperialistas, liderados pelos Estados Unidos, para agir militarmente e também como uma forma de alcançar influencia em regiões estratégicas do planeta, como foram os casos das intervenções na antiga Iugoslávia e também no Afeganistão, todas as vezes atendendo aos interesses imperialistas. Os casos de espionagem apenas acirram uma tensão que já existe devido as bases militares instaladas nestes países.

Outros casos com os mesmos pretextos foram registrados em outros países como a Noruega, a Eslováquia e a Áustria, em que diplomatas russos foram expulsos dos países sob a alegação de espionagens ou assassinatos, algo muito parecido com as perseguições que aconteceram em diversos países durante a Guerra Fria. Os casos de espionagem recentes só aumentam a tensão na região e revelam que os antigos métodos imperialistas continuam sendo utilizados amplamente até hoje.

As alianças militares entre países imperialistas como é o caso da OTAN com a falsa imagem de colaboração e segurança entre as nações na realidade são utilizadas para legitimar os ataques e intervenções militares estratégicas pelo imperialismo, numa forma de intimidar e tentar uma penetração maior das políticas imperialistas em lugares estratégicos e menos favoráveis a essa política como ocorreu no Leste Europeu e agora no Oriente Médio e também na região da Rússia. As bases militares da OTAN servem como uma forma de criar tensões diplomáticas entre países membros e não membros além de servirem como verdadeiros campos de espionagem do imperialismo nas regiões citadas, facilitando assim que sejam planejadas ações ao mesmo tempo que criam supostas situações de conflitos para que essas ações sejam realizadas.

Os casos de espionagem e as tensões envolvendo os países imperialistas, principalmente os Estados Unidos devem continuar para que seus interesses sejam atendidos, e isso deve ser amplamente divulgado e combatido por aqueles que são os mais prejudicados.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Mais Lidas
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTT

"Fora Bolsonaro": debate entre Rui Costa Pimenta e Breno Altman - Universidade Marxista nº 408

81 Visualizações 50 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend