Lei da escravidão
A carteira de trabalho digital é mais um golpe contra a classe trabalhadora, executada pelos fascistas do governo ilegítimo Bolsonaro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Carteiras de trabalho de candidatos a vagas de emprego tempor‡rio oferecidas pela Metalœrgica Aliana, em uma mesa do departamento pessoal da empresa.
Carteira de trabalho | Foto: Reprodução

Com a aprovação, pelo reacionários Congresso Nacional, da MP 881, mais conhecida como a MP da escravidão, que dentre várias medidas de ataques aos trabalhadores, tais como a ampliação de trabalho aos domingos e feriados, permite o registro da jornada de trabalho por exceção e exige controle de jornada somente para os estabelecimentos com mais de 20 trabalhadores, dispõe ainda sobre a criação da carteira de trabalho digital.

Como não poderia ser diferente, a carteira de trabalho digital é mais um golpe contra a classe trabalhadora, executada pelos fascistas do governo ilegítimo Bolsonaro e sua trupe no Congresso Nacional, com o objetivo claro de beneficiar os capitalistas e mascarar os dados do nível de desempregados, que já bate números recordes de mais de 14 milhões.

Números oficiais demonstram o golpe do governo com a implantação da carteira de trabalho digital. Na primeira quinzena de setembro em relação a anterior, segundo dados do Ministério da Economia, o pedido de seguro-desemprego caiu 11,6%, os dados reflete as consequências do fechamento das portas do Sistema Nacional de Emprego (Sine) quando o atendimento ao trabalhador era feita fisicamente.

Hoje para que o trabalhador solicite o seguro é necessário acessar o site ou aplicativo Carteira de Trabalho Digital que não resolvem o problema de quem necessita do benefício. São centenas de milhares de trabalhadores que se encontram nessa situação devido aos problemas no sistema. Além disso, segundo dados da pesquisa TIC Domicílios 2019 revelam que 47 milhões de brasileiros não tem acesso à internet, o que facilita para os golpistas dar o golpe nas informações e nos direitos dos trabalhadores.

A implantação da Carteira de Trabalho Digital é uma política de miséria para os trabalhadores e vem sendo vendida pela imprensa golpista venal como mais uma “inovação” tecnológica.

A Lei da Liberdade Econômica que sancionada em setembro que estabelece a carteira de trabalho digital é mais um aspecto do golpe de Estado que tem como aspecto fundamental atacar os direitos dos trabalhadores. Não há outra saída para a classe trabalhadora, tanto os empregados quanto os desempregados, que não seja uma luta para por fim esse governo fascista, que hoje se encontra a frente do poder executivo através da maior fraude eleitoral na história recente deste país. Organizar uma grande mobilização dos trabalhadores pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas