Carnificina sionista: bombardeio de Israel em Gaza mata grávida de nove meses

gaza

Nesta madrugada o governo assassino de Israel criou o pânico novamente dois dois lados da fronteira, quando aviões militares bombardearam maciçamente a Faixa de Gaza, continuando durante todo o dia, deixando três palestinos mortos, incluindo uma mulher gravida e seu filho e 12 feridos. Ao todo foram 150 alvos atacados na área que os israelenses dizem ter retaliado por causa do lançamento de 180 foguetes do lado palestino, controlado pelo Hamas, que deixou feridos 11 israelenses, segundo o site do jornal “Ha’aretz”.

Foi um dos maiores ataques desde o fim da guerra travada há quatro anos na região, dando sequência a grandes protestos desde então, que são reprimidos violentamente pelo Estado sionista, e que, há pouco mais de um mês matou civis na fronteira quando os palestinos desarmados faziam protestos pela data inicial dos conflitos. Deve ficar claro que Israel foi criado pelo imperialismo para dominar a região e assim são eles que causam todo esse caos, essa destruição e as mortes. É um serviçal dos EUA para roubar petróleo e derrubar governos segundo os interesses do imperialismo.

Veja o vídeo dos terríveis ataques contra civis desarmados: