Menu da Rede

Atos de Bolsonaro são menores mas ainda são um perigo

Hecatombe

Capitais interrompem vacinação: a farsa da imunização no Brasil

com total desprezo aos trabalhadores e à população pobre, Bolsonaro, governadores prefeitos estão fazendo do país um grande cemitério

Ilustração do coronavírus causador da Covid-19 – Reprodução

Como vem ocorrendo desde o início da pandemia do coronavírus, os governantes, não só o Bolsonaro, mas todos, indistintamente trataram e estão tratando de forma criminosa o povo brasileiro. Nesse momento, a situação é que vários estados se encontram sem qualquer vacina para ser aplicada na população.

Em artigo da venal Folha de S. Paulo, da última sexta-feira (16) foi relatado que várias capitais estão sem a vacina, outros estados adulteram tabelas para esconder a farsa de que também estão deixando de vacinar pelo mesmo motivo. Essa situação ocorre, entre outras localidades, no estado mais populoso do país, que é São Paulo.

O relato é de que, Florianópolis (SC) ainda tem doses para seguir com a imunização de pessoas com 65 anos até sexta-feira (16). No sábado, porém, a campanha será interrompida por falta de doses.

Goiânia (GO )suspendeu a aplicação da primeira dose no sábado (10), quando atendeu pessoas na faixa de 64 anos. No domingo (11), a imunização foi suspensa em Teresina e no dia 13, em Rio Branco, também por falta de vacinas.

Salvador, capital da Bahia suspendeu a vacinação na última quarta-feira (14) para pessoas acima de 60 anos. A campanha será retomada nesta sexta-feira (16) para essa faixa etária.

Na quinta-feira (15), São Luís chegou a vacinar pessoas com 63 anos, mas vai interromper a campanha a partir desta sexta-feira (16) enquanto aguarda novas remessas de vacinas.

O governador João Doria Junior, do golpista PSDB, considerado por essa impressa, também golpista, como o “científico”, mas que montou uma tremenda farsa para ocultar a falta da vacina, utilizando manobras como as alterações de tabelas, a exemplo das tabelas de abril, de março, fevereiro, ou seja, em todas as tabelas apresentadas até agora.

Um exemplo que foi mostrado na matéria da Folha de S. Paulo é de que as pessoas com as seguintes idades: de 65 e 66 anos: 21 de abril; Pessoas de 63 e 64 anos: 29 de abril; Pessoas de 60, 61 e 62 anos: 6 de maio. No entanto, ao fazer uma comparação com a tabela de março, o grupo de pessoas que correspondem à faixa etária entre 60 e 66, em 11 de março, já deveriam ter sido vacinadas.

A tabela daquele do mês de março, que é montada pelo dia da semana e a idade dos que deveriam ter sido vacinados mostra que no dia 26 de março o grupo de pessoas com idade de 55 anos já poderiam ter sido vacinados, no entanto, isso só ocorrerá em 6 de maio, caso não haja mais alterações.

A situação da vacinação no país

Desde o início da pandemia da foram contabilizados perto de 14 milhões de contaminados está próximo de 372 mil mortos. Em uma única semana morreram mais de 21 mil pessoas, consolidando o Brasil como líder mundial em mortes por covid-19. Isso em números oficiais, ou seja, sem levar em conta a subnotificação.

Diante da situação catastrófica em que Bolsonaro, Doria, bem como todos os governantes dos estados e municípios do país, indistintamente, estão colocando o conjunto da população, menos 5% da população conseguiu tomar as duas doses da vacina, demonstra que o povo está lidando com verdadeiros criminosos.

No entanto, esses golpistas e genocidas utilizam da vacina como peça de propaganda e que vem sendo denunciado constantemente por esse Diário.

Capacho

A situação se coloca desta forma devido ao total desinteresse em realmente querer que a classe trabalhadora, assim como o conjunto da população pobre venha a ser vacinada. Desta forma, o governo, bem como o Congresso Nacional golpista abriu a porteira para que os que comandam a nação, ou seja, os capitalistas, possam ser vacinados, da forma que quiserem e quando quiserem, quando aprovaram que poderão comprar a vacina sem que passe pelo crivo do Estado.

Beneficiando-se dessa situação, as empresas já anunciaram a compra das vacinas, desviando, assim, legalmente, os estoques que deveriam ser do Estado e distribuídos gratuitamente ao povo, para as mãos privadas, a fim de gerar lucro aos parasitas que enriquecem a custa da morte de centenas de milhares de cidadãos.

Quebrar as patentes

Partido da Causa Operária (PCO) não indica soluções mágicas, nem acredita que o congresso golpista vá fazer isso, uma vez que já mostrou para que serve, para atender a seus donos os capitalistas. Desta forma, defende sim impulsionar as mobilizações populares, colocar o povo nas ruas para exigir a quebra das patentes e uma campanha de vacinação séria. Só sob intensa pressão popular, com o regime político golpista acuado, a população brasileira verá medidas concretas que ponham fim ao genocídio em marcha no país.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.