Capacho dos EUA, ministro de Bolsonaro ataca presidente da Nicarágua

bolsonaro-araujo

Da redação – Cada vez mais, o governo de Bolsonaro está demonstrando que é um capacho dos interesses norte-americanos. Dessa forma, o governo brasileiro já está em confronto com os principais países inimigos dos EUA na América Latina.

Além da Venezuela e de Cuba, a Nicarágua também não será convidada para a posse do presidente ilegítimo. O presidente nicaraguense, Daniel Ortega, foi atacado pelo futuro ministro de relações exteriores, Ernesto Araújo – outro admirador dos Estados Unidos.


Trata-se de um puro cinismo. O governo com “postura firme” na “defesa da liberdade” será o governo do fascista que falou que era necessário fechar o congresso nacional, fuzilar os opositores, “matar uns 100 mil” e prender outras dezenas de milhares.

Daniel Ortega é mais um dos que são atacados pela política do imperialismo norte-americano. O país está sendo ameaçado de um golpe financiado por banqueiros estrangeiros e está resistindo.

Dessa forma, Ortega defende muito mais a liberdade de seu povo que os capachos que comporão o governo de Bolsonaro, que colocarão o povo brasileiro submissos à política dos capitalistas norte-americanos.

Além disso, Daniel Ortega foi líder da revolução sandinista que ocorreu na Nicarágua que retirou a população e a economia do país da opressão estrangeira.

Bolsonaro é um capacho dos norte-americanos e por isso a população deve imitar o sindicato do metalúrgicos do ABC e ecoar a palavra  “Fora Bolsonaro e todos os golpistas“.