Capacho de latifundiários e especuladores imobiliários: para Bolsonaro, sem terra e sem teto são terroristas

BOLSONARO CONCEDE ENTREVISTA NO RIO

O candidato a presidente, Jair Messias Bolsonaro, é um golpista que votou pela derrubada de Dilma e fez uma das mais intensas campanhas pela prisão do ex-presidente Lula, e que portanto colaborou com todo esse regime golpista que está retirando direitos dos trabalhadores, aumentando a repressão contra o povo e dando os recursos naturais do país para capitalistas estrangeiros.

Um governo Bolsonaro seria o aprofundamento desta política, um aprofundamento do governo Temer, sendo que ainda mais duro contra a população. Recentemente, Bolsonaro deixou claro que iria considerar como terrorismo “invasão” de propriedades urbanas ou rurais, deixando bem claro que irá perseguir brutalmente os movimentos sociais de luta por moradia e pela terra.

No caso, em outras palavras, o que ele está querendo dizer é que será um capacho dos latifundiários e dos especuladores imobiliários, ou seja, de dois setores extremamente parasitas da sociedade, que além de terem monopólio, especulam com a propriedade, tornando-a improdutiva, e assim colaborando de forma direta com a miséria da população e a pobreza do país.