“Capachismo”: Secretario de Defesa de Trump elogia alinhamento do Brasil contra Venezuela

download (7)

Da redação – O Secretário da Defesa de Donald Trump,  James Mattis, está em turnê pela América Latina e analisando os seus governos capachos. Recebido a tiros no Rio de Janeiro, ele aproveitou para elogiar a posição pró-imperialista tomada pelo governo golpista de Temer em relação aos ataques na Venezuela. Essa “turnê golpista”  incluiu reunião em Brasília com o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, e com o ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB), na segunda-feira (13). Mattis seguirá para Argentina e Chile.

Ele comentou, cinicamente, sobre a crise econômica brasileira, “parabenizando” os golpistas por abrigarem os conspiradores anti-maduro em terras brasileiras. E deixou claro que: “é chamado a ativa quando a diplomacia falha”.

O motivo real da vinda de Mattis é articular a investida bélica dos EUA sobre a Venezuela, contando com o apoio dos governos golpistas da América Latina. Fora isso, ele vem fechar contrato com a venda da Embraer para a  Boeing, além da possibilidade de uso pelos Estados Unidos da base de lançamento de mísseis da Força Aérea Brasileira em Alcântara, no Maranhão.

Segundo Mattis, a criação da força é uma espécie de resposta às ações de China e Rússia no espaço. Ele lembrou que Pequim abateu recentemente um satélite com um míssil disparado de seu território, algo que Moscou já demonstrou ser capaz de fazer. Há temor de que satélites americanos possam vir a ser abatidos no futuro.

“Nossa intenção não é militarizar o espaço, mas não poderíamos observar ociosos os movimentos de outros países nesse sentido. Não queremos lutar a última guerra, mas seria pouco prudente se não pudéssemos nos defender.”