Candidatura do PCO ao governo de MG defende a luta contra o golpe e a liberdade de Lula

_MG_4665 alexandre

O candidato do PCO (Partido da Causa Operária) ao governo de Minas Gerais, Alexandre Flach, apresentou em entrevista na golpista rede de televisão da Globo o objetivo de sua candidatura nas eleições de 2018 .

Sem delongas, Alexandre ao ser perguntado por que se candidatou ao cargo de governador, falou de forma direta que sua candidatura pertence à decisão coletiva do PCO no sentido de denunciar o golpe de Estado no Brasil, que se concretizou em 2016 com o impeachment de Dilma Rousseff do PT.

Também deixou claro que o PCO não tem ilusões com as eleições de 2018, que depois dos golpistas rasgarem os votos de 54, 5 milhões de eleitores de Dilma, agora os golpistas não querem deixar o povo votar no principal candidato nas eleições presidenciais, que é o ex- presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Por isso estabeleceram um processo farsa, aonde prenderam de forma ilegal Lula, sem nenhuma prova contra ele, e o mantem preso, passando por cima da Constituição Federal do país, para que Lula não participe das eleições.

Alexandre anunciou na entrevista que em Minas Gerais, os candidatos do PCO (Partido da Causa Operária) e seus militantes usaram as eleições de 2018 para intensificar a campanha pela liberdade de Lula e de seus direitos políticos, pois se os golpistas fazem isso com Lula, imagine com os demais opositores do golpe no meio da esquerda nacional.

A palavra de ordem da campanha do PCO nessas eleições é Lula ou nada! Eleições sem Lula é fraude!