O apelo eleitoreiro burgues
Por que  o povo preto das Alagoas dos Palmares  não vota em candidaturas pretas? Podemos fazer Palmares de novo!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
img201603221211174387735
Deputado Fernado Holiday . Foto: Revista veja |

Por que  o povo preto das Alagoas dos Palmares  não vota em candidaturas pretas? Podemos fazer Palmares de novo! Assim inicia o editorial de  Arísia Barros publicado em 14/03/2020 na página ” A cada Minuto”. “Precisamos redescobrir nossa força, tipo Ubuntu!. Entre pardos e pretos somos a maioria da população e hoje temos uma Casa Legislativa e uma Câmara Municipal onde não nos vemos, não nos enxergamos, não temos representantes.”

No editorial é defendido claramente a ideia de que a solução para a situação do negro seria a ocupação de cargos de comando no país, fato este que colocaria o negro em igualdade de oportunidades, de representação e ganhos para suas causas.Grande equivoco é cometido quando se coloca na atividade eleitoral as esperanças para a solução da questão racial. Se assim o fosse, Fernando Holiday , deputado de direita por São Paulo seria uma luz na escuridão que paira sobre as demandas da população negra.

A criação de um novo Palmares , sonhado no editorial, trata-se de uma ilusão que na prática é uma valorização do apartheid social  que em nada contribui para a libertação do povo negro . A representatividade dentro da democracia burguesa , poucas vezes consegue ser de fato independente da elite que comanda o pais.  Quem não lembra de Joaquim Barbosa, cooptado pela classe dominante , oriundo de família de trabalhadores se empenhou em criminalizar e perseguir os desafetos da elite nacional.  E assim o é nas poucas  vezes que um negro ocupa um cargo de comando, rapidamente é elevado a condição de ser superior que por seu mérito, diante de todas as mazelas e dificuldades enfrentadas consegue um lugar de destaque , um lugar ao sol acabando como exemplo para fortalecer a ideologia capitalista da meritocracia .

As lutas do povo negro, por oportunidades, por vida digna, por respeito são as mesmas de toda a classe trabalhadora. Quando falamos em libertação da opressão não podemos distinguir os separar a classe trabalhadora oprimida que é pela sociedade burguesa. A luta é de todos e não de negros e brancos, e a libertação é para todos , este é o objetivo a ser atingido em uma sociedade de fato igualitária. De mais… apenas apelo eleitoreiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas