Candidatos do PCO no Paraná participam de atos em Curitiba contra golpistas

Parana 30 08

Os candidatos do PCO (Partido da Causa Operária) do Paraná, para governador, senador e deputados participaram nessa quinta-feira (30-08) das mobilizações da APP (Associação dos Professores do Paraná) com servidores da educação, que protestaram contra os golpistas Álvaro Dias, do Podemos e Beto Richa do PSDB.

Acontece que todo dia 30 de agosto, os servidores estaduais da educação fazem no centro de Curitiba uma manifestação de protesto, lembrando o massacre promovido pelo governo de Álvaro Dias em 1988.

Nesse episódio, o golpista Álvaro Dias autorizou a polícia paranaense atacar os professores que estavam em greve, jogando bombas, cavalos contra os manifestantes. Uma massacre que os servidores da educação do Paraná fazem questão de não esquecer.

Aproveitando a atividade, não faltou faixas de protestos contra o governador licenciado, Beto Richa do PSDB, que em 29 de abril de 2015 também atacou uma manifestação dos servidores do Paraná com balas de borracha, gás e a truculência da cavalaria da PM do Estado, com saldo de vários feridos.

Tanto Gilson Mezarobba,  candidato ao senado pelo PCO do Paraná, como Priscila, candidata a governadora pelo PCO, como professores de profissão estavam presentes no dia 29 de abril e participaram das manifestações de hoje.

Os candidatos e  militantes do PCO participaram das manifestações convocando os presentes a estarem novamente em Brasília na data do provável  julgamento da candidatura de Lula, que os golpistas pretendem impedir de concorrer. Foi mais um dia de conscientização que fizemos junto aos trabalhadores da educação do Paraná, mostrando a necessidade de lutar contra o golpe e na defesa da liberdade de Lula e sua candidatura, disse Mezarobba ao Diário Causa Operária (DCO).