PCO 29
Mesmo com ataques da justiça eleitoral, PCO continua nas ruas do Mato Grosso em sua campanha revolucionária
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bandeira-pco
PCO contra as instituições antidemocráticas do regime golpista | Foto: reprodução

As eleições municipais de 2020 são, certamente, as eleições mais antidemocráticas e fraudulentas desde a ditadura militar.

Em todos os municípios o que se vê é um conjunto de medidas arbitrárias para impedir o lançamento de candidaturas de trabalhadores. O principal alvo dessas medidas antidemocráticas é o Partido da Causa Operária (PCO), que teve várias candidaturas indeferidas pela justiça eleitoral, que usou das justificativas mais indignas possíveis para isso. Pode-se citar, como exemplo disso, casos de candidatos que tiveram sua candidatura indeferida com a alegação de que o candidato não havia prestado contas da campanha anterior, embora ele tenha provas de que foi feita a prestação de contas.

Na cidade de Cuiabá (MT) não é diferente: o PCO tem candidato a prefeito na capital mato-grossense, que é o companheiro André Antunes. Sua candidatura, entretanto, não aparecerá na urna da forma como deveria e nós explicaremos o porquê.

Inicialmente, a candidatura do companheiro André Antunes, militante do partido desde 2016, seria a vereador. Entretanto, o PCO entrou com uma ação na justiça reivindicando a mudança da candidatura a vereador para candidatura a prefeito, na devida forma da Lei.

A justiça eleitoral, no entanto, a serviço dos golpistas e da burguesia, simplesmente não teve a dignidade de julgar a ação. Estamos às vésperas das eleições e não há nenhuma decisão judicial. O que a justiça burguesa não quer é que o PCO lance candidato a prefeito em Cuiabá, pois sabe que o objetivo, ao participar das eleições, é justamente alertar sobre o caráter completamente antidemocrático do processo eleitoral e chamar as pessoas a organizar um partido que seja operário, revolucionário e de massas, um partido que não apareça apenas de dois em dois anos apenas para pedir votos, mas que seja capaz de dirigir a luta dos trabalhadores e de todos os explorados e oprimidos contra a exploração capitalista. O fato de a justiça burguesa sentar em cima do processo e não julgar é apenas mais uma prova de que estamos diante de uma completa farsa eleitoral.

Por isso, embora o Partido tenha solicitado a mudança do tipo de candidatura ainda no início das eleições, isso ainda não ocorreu e, se assim continuar (é o que parece que ocorrerá), o nome do companheiro André Antunes estará nas urnas como candidato a vereador, com o número 29029.

Será um voto contra os capitalistas que sugam o sangue de todo o povo brasileiro e contra os golpistas que instauraram esse regime de arbítrio no qual vivemos. Os militantes do PCO em Cuiabá chamam a todos os cidadãos cuiabanos que se opõem a essa ditadura não apenas a votar no PCO 29, mas a votar e lutar com o Partido, pois “trabalhador vota em trabalhador, quem bate cartão não vota em patrão”.

Para prefeito, vote 29, contra os candidatos dos patrões por um partido operário revolucionário, o PCO, na luta por um Governo dos Trabalhadores.

Para vereador, vote 29029 em Cuiabá.

Fora Bolsonaro e todos os golpistas!
Pelo direito de Lula ser candidato em 2022!
Salário, trabalho e terra!
Por um partido operário, revolucionário e de massas!
Vote e venha lutar com o PCO 29!!!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas