Candidato a prefeito em 2012 pelo PSOL é assassinado a tiros no interior da Bahia

kakau

O militante do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) Antônio Carlos Silva Almeida, mais conhecido como Kakau, com 39 anos, foi morto a tiros na noite desta quarta-feira, dia 11 Abril.

O ataque ocorreu dentro de sua própria residência, na Praça do Ginásio de Esportes, no Bairro Vicente Ferreira, no município de Capim Grosso do estado da Bahia.

Candidato a prefeito de Capim Grosso, pelo PSOL em 2012, Kakau ficou em terceiro lugar no pleito e era presidente do partido no município.

A morte segue a linha da crescente onda perseguição e violência a entidades e militantes de esquerda. Com o avanço do golpe de estado instaurado no país, cresce também, os ataques de caráter fascista direcionados a organizações que representam a classe trabalhadora, a exemplo de sindicatos e partidos.