Canadá responde à guerra protecionista de Trump

FILE PHOTO:    U.S. President Trump greets Canadian Prime Minister Trudeau at the White House in Washington

Da redação – Após as medidas protecionistas adotadas pelos Estados Unidos, o Canadá respondeu nesta sexta-feira (29) com uma medida inversa de tarifas retaliatórias no valor de 12,6 bilhões de dólares sobre bens americanos. Entre  produtos como suco de laranja, ketchup e uísque bourbon, as tarifas chegam a 25% sobre aço e alumínio e de 10% sobre bens de consumo.

A medida passa a valer a partir de 1º de julho, inaugurando uma resposta comercial com o presidente norte-americano, Donald Trump. As medidas vindas de Ottawa anunciaram também um auxílio financeiro de 1,52 bilhão de dólares para as indústrias de aço e alumínio canadenses e aos trabalhadores afetados pelas tarifas dos EUA.

Essa resposta dos países atingidos pelas ações de Donald Trump, demonstram que esse tipo de protecionismo ofensivo pode levar consequências negativas. Os países mais atrasados podem entrar em profundos processos de crise econômica, o que, evidentemente, pode levar a uma ascensão revolucionária da classe operária mundial como em outros períodos anteriores.