Campeão brasileiro: Paulo Guedes diz que Lula é o responsável por título do Corinthians
naIA
Campeão brasileiro: Paulo Guedes diz que Lula é o responsável por título do Corinthians
naIA

Da redação – O ministro da Economia do governo ilegítimo do Brasil, Paulo Guedes, falou sobre o que não sabia na última sexta-feira (15), durante pronunciamento no seminário “A Nova Economia Liberal”, promovido pela Fundação Getúlio Vargas. Guedes deu um exemplar tiro no pé ao citar a Arena Corinthians, fazendo alusão ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, criticando o modelo econômico brasileiro:

“No Brasil é ao contrário, os recursos estão no topo. Então, se o presidente é Corinthians, surge o estádio do Corinthians. Ninguém consegue pagar aquilo lá [a Arena Corinthians]”, disse Paulo Guedes, antes de citar, agora, o próprio Corinthians.

“E o Corinthians começa a ganhar Campeonato Brasileiro, porque todo jogo tem um pênalti roubado lá a favor deles”, concluiu o “Chicagogo Boy”, fazendo troça de algo que, claramente, não entende e, não comprova. Guedes citou o estádio corintiano para exemplificar uma crítica ao modelo econômico adotado pelo Brasil nos últimos anos, especialmente nos governos de Lula e Dilma, ambos do Partido dos Trabalhadores (PT).

“Se chegar no Brasil, se der dez tiros para cima, você pode rodar três dias a cidade que ninguém chega perto, certo? Também é mais fácil você desmaiar, chega uma ambulância rapidamente. Você sente a força do estado, a presença do estado, porque os recursos estão na base”, concluiu o economista, fazendo jus à equipe de governo pois, fala, fala, mas não diz nada minimamente coerente.

Pois bem, como diria Jack, o estripador, vamos por partes.

Confirmada oficialmente em 1º de Setembro de 2010, durante as comemorações do centenário do Corinthians, o anúncio da construção do estádio foi uma das maiores atrações daquela noite, tendo então cerca de 150 mil pessoas presentes no Vale do Anhangabaú. As obras, iniciadas em terreno vizinho ao metrô Corinthians-Itaquera, em 30 de maio de 2011 e entregues em 15 de abril de 2014, às vésperas da Copa do Mundo daquele ano.

O estádio sediou seis jogos da Copa do Mundo FIFA. O primeiro foi a partida de abertura da competição, entre Brasil e Croácia, no dia 12 de junho. Além do jogo, a Arena foi palco da cerimônia de abertura. Cerca de dois anos depois, a Arena Corinthians se tornou o único estádio do estado de São Paulo a receber a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

De responsabilidade da construtora Norberto Odebrecht e orçado inicialmente em R$ 820 milhões, o estádio teve seu valor extrapolado para R$ 985 milhões. Investigações ainda não encontraram provas que indicassem que tivesse havido irregularidades na construção.

No que se refere a favorecimentos de arbitragem, Guedes segue a manada e reproduz um discurso já batido sobre um suposto favorecimento do PT ao Corinthians em detrimento das outras agremiações.

Em 2013, ocorreu um dos mais claros episódios de boicote ao futebol brasileiro em termos clubísticos, justamente contra o Corinthians, quando o juiz Carlos Amarilla fez o jogo Corinthians x Boca Juniors terminar empatado quando deveria ter terminado, no mínimo, 3×1 para o time de Parque São Jorge ou 5×1 se os dois pênaltis claros tivessem sido apitados, nas oitavas de final da Libertadores daquele ano.

Abaixo, um relato do portal meutimao sobre os ataques de Guedes:

“Quando o ministro atribuiu nossos títulos recentes a pênaltis roubados, me veio à mente um retrospecto distinto, que foi confirmado pelo colega Diego Salgado. Nos últimos quatro brasileirões, considerados os 12 clubes que participaram de todos eles, o Corinthians é a equipe que menos teve pênaltis a favor. Foram 16. O Galo mineiro foi o que teve mais: 27.

E mais: entre 2015 e 2018, quando arrebatamos duas taças nacionais, 28 times disputaram o Brasileiro. Na média, o Corinthians só teve menos pênaltis a favor do que dois deles, Joinville e Paraná, que participaram de apenas uma edição no período.

Agora, vamos ao Paulistão de 2019. Quantas vezes os apitadores marcaram pênaltis a favor do Corinthians? Nenhuma. O Palmeiras viu a bola na marca de cal três vezes em seu benefício.

Presto essas informações a um ministro da Economia que se mostra ignorante sobre futebol e talvez sobre Matemática, ciência que deveria conhecer em razão de seu ofício.”

Em nota divulgada pelo site “Uol Esporte”, o clube repudiou as brincadeiras de Paulo Guedes.

“O Sport Club Corinthians Paulista repudia as palavras do ministro Paulo Guedes durante sua palestra na Fundação Getúlio Vargas, na qual demonstrou grande insensibilidade ao não reconhecer o grande sacrifício feito pela agremiação para construir sua Arena e também para continuar pagando as parcelas de seu financiamento.

A ironia, proferida na ocasião, ofende mais de 33 milhões de brasileiros corinthianos, entre eles, eleitores do atual governo, e todos indistintamente testemunhas do esforço do clube para honrar seus compromissos”, acrescenta o Corinthians.

“O Corinthians aproveita a oportunidade e convida o ministro para assistir uma partida do time mais vitorioso da década em uma Arena só comparável às mais modernas do mundo, carinhosamente chamada Casa do Povo”, conclui o clube.

O que Guedes fez foi desferir mais um ataque barato ao PT, a Lula e ao futebol, que estão na lista das coisas mais odiadas pela direita brasileira. Relacionando um com o outro, assim, Guedes promove a campanha da golpista da burguesia contra os principais interesses do povo.