Pura demagogia
Campanha de doação a hospitais impulsionada pela burguesia é puro cinismo dos golpistas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
x87473470_RI-Rio-de-Janeiro-RJ-12-03-2020-CoronavirusPrefeitura-vai-preparar-o-Hospital-Munici.jpg.pagespeed.ic.8POxIs9x3R
Governo não dará um tostão para hospitais, e sim para os bancos, |

Iniciou-se a nível global uma série de campanhas de tipo “solidárias” ao combate contra o vírus Corona. Como em outras ocasiões, estas campanhas surgem de um colapso generalizado do sistema de saúde e da proteção ao povo.

Como medida, funcionários, famílias, etc. iniciam por todos os lugares forma de solucionar o problema sem depender do Estado que nada faz.

No entanto, em vários momentos a burguesia se aproveita desta situação para iniciar uma forte campanha demagógica. É nesse sentido, que a imprensa burguesa brasileira começou a fazer nacionalmente uma campanha de “ajuda” aos necessitados.

Tais campanhas promovidas pela burguesia giram em torno de uma forte demagogia, muito presente nas típicas “campanhas do agasalho”, “Criança Esperança”, entre tantas outras. No lugar de promover uma verdadeira intervenção estatal, com fortes investimentos na área social, os grandes capitalistas lançam campanhas de arrecadação, para fazer o povo, que já paga diariamente por todos os serviços, ser obrigado a se virar por conta frente a crise que lhe ameaça.

Ações individuais, como as impulsionadas pela burguesia, na prática não servem minimamente ao povo necessitado. Esperar que tal campanha de fato atinja os hospitais, é meramente um discurso vazio e demagogo da imprensa. O fato é, que como demonstrado pelos programas sociais como Bolsa Família, entre outros tantos, só podemos esperar algum avanço nas condições sociais da população quando esta medida é feita de conjunto, promovida como política pública, e não colocada como um mero problema de “doação”.

Nunca foram estas campanhas que resolveram algum problema da população e, ainda mais em um momento latente de crise, há a necessidade ainda maior de um programa público de saúde ser posto em prática.

A campanha feita para os hospitais ligados à Universidade de Pernambuco (UPE), por exemplo foi uma iniciativa que os funcionários da área estão utilizando como forma de socorro as unidades de saúde. No entanto, ela como iniciativa isolada é apenas um pedido de socorro dos funcionários, e como proposta impulsionada pela burguesia é apenas mais uma amostra do puro cinismo.

Os golpistas largaram mão, o povo foi jogado a própria sorte contra o vírus Corona e o colapso da economia. Enquanto os hospitais fazem campanha de doação, os bandos recebem bilhões do Estado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas