Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Na última terça, 13/02, o ex-presidente gualtemateco Álvaro Colom Caballeros foi preso, juntamente com diversos dos seus ex-ministros, sob a acusação de fraude e desvio de cerca de 35 milhões de dólares do sistema de transporte público do país.

Caballeros governou a Guatemala entre 2008 e 2012 e é membro da Unidade Nacional da Esperança, partido de centro-esquerda.

Embora as informações sobre o que está ocorrendo naquele país ainda sejam obscuras, o fato objetivo é o de que a “campanha contra a corrupção” tem sido o carro-chefe do imperialismo norte-americano para intervir diretamente em praticamente todos os países da América Latina e, nesse sentido, trata-se de mais um capítulo do avanço dessa política golpista para a região.

As denúncias de corrupção contra os governantes não são novas. O sucessor de Caballeros, Otto Perez Molina e sua vice-presidente, renunciaram em 2015, um em seguida ao outro em sob essa acusação

O atual presidente vinculado ao partido de direita, Frente de Convergência Nacional, Jimmy Morales, um comediante de TV, foi eleito em 2016, tendo como bandeira a “renovação na política” a “moralidade” e o “combate à corrupção”, chavões bem conhecidos de todo político cafajeste e de direita. Mal passados dois anos, o seu governo também é alvo de denúncias de corrupção e o país está assolado numa profunda crise política e econômica.

A Guatemala é a principal economia da América Central e tem os EUA como principal mercado importador de suas commodities. Está em aberto se a política do imperialismo passa por sustentar o atual governo de direita e perseguir os opositores à sua política de rapina, mantendo uma aparência de democracia, ou se imporá a sua política através de um golpe de Estado aberto, inclusive com a possibilidade de um golpe diretamente militar.

 

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas