Siga o DCO nas redes sociais

Campanha da Adcap/direita sobre o Postalis serviu para entregar fundo para PF
Campanha da Adcap/direita sobre o Postalis serviu para entregar fundo para PF

Quando a corrupta direita nacional começou a campanha contra a corrupção no Brasil, a imprensa golpista colocou seus holofotes nos Fundos de Pensão Complementar dos servidores federais no Brasil, como o Postalis (Fundo de Pensão Complementar dos Correios).

Aproveitando o rombo que foi feito ao Postalis pelos banqueiros e seus representantes dentro do Fundo, a direita começou a exigir que o Estado golpista interviesse nos Fundos.

Essa campanha foi encampada pela ADCAP (Associação dos Profissionais dos Correios), formada por chefes e administradores dos Correios ligada aos partidos de direita no Brasil.

Essa campanha de direita da ADCAP dentro dos Correios também teve apoio de sindicalistas do Bando dos Quatro, principalmente a diretoria do Sintect-MG-LPS, que apoiou em todas as últimas eleições os candidatos dos chefes na diretoria e conselhos do Fundo de Pensão (Postalis).

Resultado, os golpistas impuseram a intervenção da PF (Polícia Federal) a mando dos banqueiros internacionais, principalmente o BNY Mellon, que apareceu como um dos maiores responsáveis pelo rombo no Postalis, devido aos investimentos que eles autorizaram analisando os riscos.

A mesma Polícia Federal brasileira que é treinada nos Estados Unidos pela CIA, e que no Brasil, depois do golpe de Estado, através da operação golpista Lava Jato vem destruindo a indústria nacional, agora está dentro do Fundo de Pensão dos trabalhadores dos Correios, para obviamente seguir na linha de produção dos golpistas de ir entregando tudo aos capitalistas internacionais.