Siga o DCO nas redes sociais

Caminhoneiros do Porto de Santos não aceitam fim da greve

Embora o governo tenha colocado todo o seu aparato repressivo nas estradas, com exército e as polícias federal e estadual, o fim da paralisação dos caminhoneiros ainda encontra bastante resistência dentro do próprio movimento.

Nesta quinta-feira (31), ao redor do Porto de Santos, o maior terminal portuário do país, os profissionais ainda se recusavam a deixar o local e a liberarem as vias de acesso. Veículos com carga só conseguem passar escoltados pelos agentes de segurança, o que demonstra a instabilidade da situação.

Leia Também  Bilionários norte-americanos ficam ainda mais ricos com pandemia
 



0 Shares
Share via
Copy link