Reforma tributária à vista
Rodrigo Maia (DEM), disse que já há votos suficientes na Casa, mesmo sem contar com votos da base aliada do governo, para aprovação da famigerada reforma tributária.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
rodrigo-maia-sorrindo-2019
Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados | Evaristo SA/AFP

Nesta segunda-feira, 30, em entrevista ao sitio UOL, Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara, disse que já há votos suficientes na Casa, mesmo sem contar com votos da base aliada do governo, para aprovação da famigerada reforma tributária. Para que seja encaminhada ao Senado, é necessário o apoio de pelo menos 308 dos 513 deputados em dois turnos de votação.

“Não vamos resolver o problema do Brasil apenas cortando despesas”, disse Maia. “Precisamos de uma macro reforma que é a tributária”, complementou.

Ainda segundo Maia, não haverá prorrogação do estado de calamidade pública nem orçamento de guerra para 2021. “O governo deveria ter começado o dia hoje cedo com uma coletiva para falar qual é a pauta de seu interesse para os próximos dois meses”, disse Maia.

Maia não esconde seu interesse em aprovar a reforma tributária. Segundo o deputado, há procrastinação no Congresso, que até o momento não realizou o menor esforço para aprovar a PEC Emergencial, que, entre outras mudanças, permite a redução de jornada salário de servidores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas