Presidência dos EUA
Deputados democratas pressionam vice-presidente e afirmam que quarta será a data da votação do impeachment.
Speaker of the House Nancy Pelosi, D-Calif., and Vice President Mike Pence officiate as a joint session of the House and Senate reconvenes to confirm the Electoral College votes at the Capitol, Wednesday, Jan 6, 2021. (Erin Schaff/The New York Times via AP, Pool)
Nancy Pelosi e Mike Pence durante a sessão de homologação do resultado das eleições em 06/01. | Foto por: reprodução.
Speaker of the House Nancy Pelosi, D-Calif., and Vice President Mike Pence officiate as a joint session of the House and Senate reconvenes to confirm the Electoral College votes at the Capitol, Wednesday, Jan 6, 2021. (Erin Schaff/The New York Times via AP, Pool)
Nancy Pelosi e Mike Pence durante a sessão de homologação do resultado das eleições em 06/01. | Foto por: reprodução.

Nesta segunda (11) deputados federais principalmente do campo Democrata informaram estar em andamento, majoritário no recém-eleito Congresso norte-americano, pelo menos duas ações para tentar retirar da presidência Donald Trump antes da posse de Joe Biden, marcada para o próximo dia 20.

Durante o fim de semana foi apresentada petição conjunta dos deputados David Cicilline de Rhode Island, Ted Lieu da Califórnia, Jamie Raskin de Maryland e Jerrold Nadler de Nova York, para forçar o vice-presidente Mike Pence a utilizar a 25ª emenda da constituição para destituir Trump. A votação preliminarmente foi rejeitada pela negativa dos Republicanos, mas terá que ser votada nominalmente por todos os representantes nesta terça (12).

Ainda no domingo (10) a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, afirmou que caso M. Pence não use o dispositivo da 25ª emenda continuará dando seguimento à petição de impeachment apresentada ainda na semana passada pelos democratas acusando D. Trump de “incitação à insurreição” por sua atuação em motivar os atos que culminaram com a invasão do Capitólio na última quarta (06).

Segundo o líder dos deputados Steny Hoyer a data do impeachment está marcada e será na próxima quarta (13), informando ainda um forte esquema de segurança ao redor do Capitólio, bem como segurança para os deputados que estão sendo convocados para comparecerem presencialmente já nesta terça.

Relacionadas
Send this to a friend