“Café da manhã ofensivo”: Arábia Saudita prende egípcio por comer na mesma mesa que uma mulher

mulher as

Na Arábia Saudita, recentemente um homem foi preso por estar em tomando café da manhã com uma mulher. Na ditadura religiosa, altamente reacionária, da Arábia Saudita, o egípcio foi acusado de estar tomando um “café da manhã ofensivo” com a mulher, pois apareceu em um vídeo sorrindo e contando piadas com sua amiga, com quem estava comendo pão.

https://twitter.com/twitter/statuses/1038722207432798210

O egípcio foi acusado de não estar de acordo com as regras do governo saudita que estabelecem uma segregação de gênero para os locais de trabalho. Não bastasse isso, o homem ainda foi acusado de assédio sexual e pode pegar até 5 anos de prisão. No país, homens e mulheres que não são casados devem se sentar em na mesma mesa, isso sem falar que a convivência em locais públicos, locais de trabalho e restaurante.

No Reino da Arábia Saudita, o homem foi preso, ao mesmo tempo em que o príncipe saudita vive na farra, com mulheres, fazendo tudo aquilo que é duramente reprimido em seu país. Esse é o regime reacionário defendido pelo imperialismo, em particular o norte-americano, que propaga a ideia de que seriam defensores da democracia e das mulheres oprimidas. Mas percebe-se que não passam de falácias usadas para invadir os países inimigos, enquanto que os seus serviçais podem fazer qualquer tipo de arbitrariedade.