CADE aprova a entrega das encomendas dos Correios para a empresa imperialista Azul

correioazul

O tribunal do Conselho de Administração de Defesa Econômica (CADE)  aprovou sem nenhuma restrição no dia 12 de fevereiro, a criação de uma empresa de logística de transporte de cargas entre a empresa dos Correios, uma estatal brasileira e a empresa Azul linhas aéreas, (empresa privada dos Estados Unidos).

Essa aliança entre os Correios e a Azul, foi questionada pela Latam e pela Avianca, que sabem que a Azul se transformará na maior empresa Aérea dentro do Brasil, graças às encomendas dos Correios, que transporta mais de 70 mil toneladas de cargas por ano.

A nova empresa transportará cerca de 100 mil toneladas de carga por ano, uma fortuna que mostra a fraude golpista de dizer que a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) é uma empresa deficitária e que dá prejuízo.

Também mostra que a ECT está se preparando para entregar o mercado postal para os capitalistas norte-americanos, como a Azul, e abrindo caminho para a Fedex, tubarão do mercado de encomendas no mundo.

É necessário que o movimento dos trabalhadores dos Correios denuncie a manobra e a entrega da empresa para os grandes capitalistas, mobilizando a categoria e a população usuária  contra a privatização.

Não à Privatização dos Correios!

Fora Bolsonaro e todos os golpistas!