Avanço de uma ditadura
Nessas eleições de 2020 o que será visto é uma escancarada fraude e uma censura sem precedentes; quem elegerá os candidatos não será o povo, mas o TSE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
20200420125124
O título eleitoral vem tendo cada vez menos utilidade | Foto: Reprodução

As eleições municipais de 2020 terão ainda mais presença de órgãos de censura do que as últimas. Com o aprofundamento do golpe de Estado, foi-se avançando um maior controle do Estado sobre os partidos políticos e, claro, sobre a participação destes nas eleições. Depois de uma imensa campanha da burguesia sobre as “Fake news” na internet, o que vemos é um avanço na censura política nas redes durante as eleições. O maior prejudicado dessa campanha é sem dúvidas a esquerda, e o maior beneficiário é a direita, que controla, afinal de contas, o aparato estatal.   

A novidade da vez é que os candidatos devem registrar seus perfis eleitorais pelo órgão totalmente antidemocrático Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O que é uma verdadeira aberração política. Você só poderia se manifestar como candidato se a instituição do Estado que mais censura a esquerda, que mais prejudica a campanha eleitoral dos partidos de oposição à direita, ao golpe, ao fascismo, se esse órgão fascista autorizar. Do resto, é a ceifa da censura. Sem contar diversas regularizações totalmente ditatoriais para prejudicar essa “autorização”, isto é, para barrar as candidaturas de esquerda. 

Outra aberração ditatorial que segue a “autorização” do TSE e seu aparato de censura é a proibição da crítica política. Nessa eleição, o candidato que se colocar criticamente contra outro (principalmente se esse outro for da direita golpista) sem autorização prévia será censurado. É um absurdo. Se você chamar um golpista de golpista, será censurado. Isso já era evidente em outras eleições, o próprio Partido da Causa Operária foi censurado em períodos pré-golpe de Estado, o que já demonstrava o teor antidemocrático dessas instituições, contra qualquer crítica apresentada às suas instituições e às da burguesia como um todo que já apresentava suas garras de golpismo, de avanço de uma ditadura sobre os partidos de esquerda e sobre toda a população. 

O escancaramento dessa censura mostra que essas eleições não passam de mera formalidade para o País continuar sendo arrasado pela direita golpista e arrastado para uma ditadura cada vez mais nítida e fechada. Essa intervenção do Estado controlado pela direita sobre as eleições, reduzindo-as a uma mera disputa administrativa e reduzindo seu caráter político, é continuação clara de um golpe de Estado que segue avançando, por uma defensiva e capitulação cada vez mais expressiva da esquerda do regime político e uma ofensiva da direita, que impõe sua política reacionária sobre o País.

A única perspectiva que a esquerda tinha se fechou. As eleições serão, nessa altura do campeonato, uma farsa total, uma formalidade na qual quem será o verdadeiro eleitor será o Estado burguês que caminha a passos largos a um regime fascista. Os candidatos “regularizados” e que poderão financiar sua campanha sem grandes multas e interdições do Estado serão, sem dúvidas, os candidatos alinhados ao regime político golpista. E o que será visto é um “debate” administrativo e o lenga-lenga de “asfaltar aqui” e “vou fazer isso daí”, que não passa de uma despolitização. Não haverá política nas eleições. É necessário fazer uma campanha por uma ampla mobilização, por Fora Bolsonaro, para derrubar o governo genocida e, nas próprias eleições, pressionar pelo debate político, além de exigir o fim da ditadura do TSE. 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas