HAMBURGUER_1
SHARE

A lenda da urna sem cabeça

Anterior
Próximo

Eleições peruanas

Burguesia faz de tudo para impedir vitória da esquerda no Peru

O apoio da burguesia e do imperialismo a Keiko Fujimori demonstra que estes não estão dispostos a tolerar nem mesmo um governo moderado de esquerda no poder

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pedro Castillo e Keiko Fujimori – Foto: Sebastian Castaneda / Reuters

O segundo turno das eleições nacionais peruanas foi realizado no dia 06 de junho e se encontra na reta final. Com 99.8% das urnas apuradas até o fechamento desta matéria, o candidato da esquerda, Pedro Castillo (Peru Libre), está com 50.2% dos votos, enquanto a candidata de extrema-direita, Keiko Fujimori (Fuerza Popular), filha do ditador fascista Alberto Fujimori, conta com 49.8%.

Nessa etapa final da contagem dos votos a vitória de Castillo parece cada vez mais próxima e o próprio candidato já anunciou sua vitória. Entretanto, como parte da campanha que a burguesia tem feito contra a vitória da esquerda, surgiram cerca de 300 mil votos que foram contestados e precisariam de dias para serem analisados por um júri eleitoral.

Essa é só mais uma das diversas atitudes tomadas pela burguesia para tentar impedir a vitória de Castillo. Denúncias de fraude eleitoral surgem dos dois lados, sobretudo com a contagem dos votos internacionais, que estão levando um tempo absurdamente maior para serem contabilizados quando comparados aos votos nacionais.

De fato, existem indícios de fraude, mas, ao contrário do que diz Fujimori, a fraude é contra Castillo e a favor da candidata da extrema-direita. A burguesia está provando que não irá tolerar um governo minimamente nacionalista de esquerda e que sua política neoliberal e de esmagamento da população deve ser aplicada a qualquer custo.

No início da contagem de votos do segundo turno, Castillo começou com onze pontos à frente de Fujimori, que logo o alcançou, fenômeno que foi retratado pela imprensa burguesa como uma “perda de popularidade”, dando margem para uma série de ataques contra o candidato do Peru Libre, que duram até o presente momento. Os ataques foram utilizados como base para justificar tal manipulação e se intensificam à medida que a divulgação final dos votos se aproxima.

A burguesia e o imperialismo de conjunto apoiam Keiko Fujimori mesmo sendo ela uma fascista, demonstrando a hipocrisia demagógica da “democracia” imperialista. No final da corrida eleitoral, Castillo acabou mudando seu discurso e transformando suas declarações em propostas mais conciliadoras, o que inclui falas relacionadas a “respeitar as instituições”, a “respeitar a Constituição” e para “deixar de lado as diferenças” — nem por isso a campanha negativa da imprensa burguesa diminuiu, provando que não existe nenhuma mínima intenção de permitir que um governo de esquerda moderado como o de Castillo seja implantado, por mais direitistas que possam ser algumas de suas posições.  

O país, assim como a América Latina de modo geral, se encontra em uma crise política intensa, o que acaba por se juntar com a crise econômica e a crise sanitária. A polarização no Peru é evidente e a fraude é muito provável, o que faz com que seja preciso ressaltar que, mesmo com uma eventual vitória de Castillo, ainda existem diversos impeditivos para um governo popular, inclusive a possibilidade de um golpe de Estado posterior e por outros meios — algo que só pode ser efetivamente resolvido com a mobilização da população.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.