Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Não apenas pela mudança de governo se caracteriza o golpe no País: ele coloca toda a burguesia e o conjunto da direita numa ofensiva política contra a classe trabalhadora. Com a reconfiguração da correlação de forças na sociedade, o golpe de Estado está preparando o terreno para o fascismo.

No último período, diversos acontecimentos marcaram a nova etapa do golpe que está sendo inaugurada. A caravana de Lula pela região Sul do País registra bem esse fato. Logo no primeiro dia de caravana, ruralistas e empresários organizaram-se para agredir militantes de esquerda que acompanhavam Lula nas manifestações. Uma cena emblemática expressa a natureza dos grupos que atacaram Lula: um ruralista usando chicote para golpear um trabalhador sem-terra.

O clima de tensão imposto pela direita agravou-se ainda mais. Na última terça-feira, dois ônibus da caravana de Lula foram alvo de quatro tiros pelos fascistas. Esse acontecimento elucida que os golpistas estão dispostos a qualquer coisa para liquidar o ex-presidente, inclusive por meio da organização fascista para um possível assassinato da maior liderança popular do País.

É preciso organizar com máxima urgência comitês de autodefesa que respondam às ameaças e aos ataques das organizações fascistas. Assim, fundamental também é organizar a defesa física de Lula a fim de mostrar à direita que, se ela levantar a cabeça, será prontamente esmagada.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas