Ataques contra a população
Depois de fazer uma experiência com a vida da população, Bruno Covas anuncia a volta do rodízio comum a partir de amanhã. O rodízio deveria ser suspenso até o fim da pandemia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
o-prefeito-de-sao-paulo-bruno-covas-ao-lado-do-governador-do-estado-joao-doria-psdb-urante-sua-primeira-coletiva-apos-sair-do-hospital-1574097346452_v2_1920x1280
Doria e Covas |

Da redação – Após brincar de cientista que testa em animais, sendo que nesse caso para Bruno Covas a cobaia era a população de São Paulo, o prefeito decidiu cancelar o rodízio ampliado na cidade. Porém, Bruno não deu o braço a torcer e vai manter o rodízio comum funcionando.

O prefeito de São Paulo, do PSDB, havia iniciado na última segunda-feira uma experiência com um rodízio que incluía a cidade inteira, permitia que os carros só andassem dia sim, dia não, e durava as 24 horas do dia. Mesmo sabendo que isso sobrelotaria todo o transporte público, que ele e Dória fizeram questão de diminuir a frota durante a pandemia, Covas implantou o rodízio e o manteve por uma semana.

Agora, o prefeito em desespero tenta antecipar os feriados para tentar fazer a cidade parar.

Tudo isso demonstra como não há uma tentativa real de se fazer um combate à pandemia, mas somente a tentativa de fingir que algo está sendo feito, enquanto milhares de trabalhadores se espremem todos os dias, como sardinhas em uma lata, para chegar a seus empregos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas