Crise pesa para o trabalhador
Sem viagens aéreas, donos de companhias demitem milhares de seus funcionários para não perderem muitos lucros; assim, a crise recai novamente sobre os ombros dos trabalhadores
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
46540013875_2dcda45be0_h
Sindicato disse que não aceitará demissões. Foto: Lewis Smith Photography |
Londres, (Prensa Latina) A transportadora de bandeira britânica, British Airways pode demitir 12 mil de seus trabalhadores, devido à crise causada pela pandemia de Covid-19, alertou hoje o proprietário do consórcio.
Segundo o International Airlines Group (IAG), que também é dono das empresas espanholas Iberia e Vueling, e da irlandesa Aer Lingus, entre outros, a proposta está sujeita a consulta, mas é muito provável que afete a maioria dos funcionários britânicos.

A declaração do IAG acrescenta que a medida se deve à necessidade de implementar um esquema de reestruturação e cortes até que as reservas de vôos retornem aos níveis de 2019.

Em uma mensagem separada enviada a seus funcionários, o executivo-chefe da British Airways, Alex Cruz, observou que nas últimas semanas as perspectivas para a indústria da aviação pioraram como resultado da suspensão de vôos e do fechamento de aeroportos por parte da maioria dos países do mundo.

O executivo lembrou que a empresa ainda não tem um plano de resgate estatal, nem pode esperar que os contribuintes continuem pagando os salários dos trabalhadores indefinidamente, aludindo à decisão do governo britânico de fornecer 80% de funcionários ausentes de seus empregos por cumprirem a quarentena.

O secretário-geral do sindicato da aviação civil, Brian Strutton, lembrou, por sua vez, que a empresa havia assegurado que dispunha de recursos suficientes para enfrentar a tempestade Covid-19 e, portanto, recusou o apoio do governo.

Não aceitamos esse corte de empregos e combateremos cada uma das demissões, disse o sindicalista, citado pela BBC.

A British Airways tem uma equipe de pouco mais de 40.000 trabalhadores, incluindo 4.500 pilotos e 16.000 tripulantes de cabine, acrescentou a emissora de televisão.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas