Briga de golpistas: Dodge denuncia Roberto Jefferson por montar uma organização criminosa no Ministério do Trabalho

InfluÍncia do pai garantiu primeiro cargo de Cristiane Brasil

Da redação – A procurador-geral da República, Raquel Dodge, indicada ao cargo por Michel Temer, foi rápida em tentar bloquear a candidatura do ex-presidente Lula ainda no dia mesmo do registro, 15 de agosto. No entanto, em meio à crise do golpe, está sobrando também para setores golpistas. Roberto Jefferson, presidente do PTB, foi denunciado nesta segunda-feira (27) por Dodge por formar uma organização criminosa no Ministério do Trabalho. O ex-ministro da pasta Helton Yomura, do mesmo partido, também está na denúncia.

Em outra etapa da mesma operação, a filha de Roberto Jefferson, Cristiane Brasil, também foi denunciada. Ela chegou a ser nomeada para o Ministério mas não conseguiu assumir, impedida pelo Judiciário. Como deputada, tinha votado a favor do impeachment de Dilma Rousseff. O esquema, segundo a denúncia, consistia em cobrar propinas de interessados em furar a fila para o registro sindical.

Apesar de terem tomado o poder depois de derrubarem o governo do PT, os golpistas de direita estão sofrendo com a crise política do regime golpista. É o que mostram as intenções de voto de Lula nas pesquisas eleitorais, uma expressão da rejeição ao golpe e ao programa contrário aos trabalhadores e entreguista do golpe. Diante disso, as disputas entre diversos setores golpistas ficam mais acirradas, um sinal de desintegração do bloco golpista diante dos impasses que estão colocados.