Menu da Rede

Oxford

Brasileiro morre após testar vacina do imperialismo britânico

Voluntário tinha 28 anos

Tempo de Leitura: < 1

João Pedro Feitosa – Foto: Reprodução/Redes sociais

Publicidade

Um jovem brasileiro, inscrito no programa de voluntários para testar a vacina que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, veio a óbito nesta semana. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Brasil (Anvisa) informou ter sido notificada da morte em 19 de outubro.

A vacina de Oxford vem sendo promovida pelo imperialismo para tentar abafar o verdadeiro fracasso dos grandes monopólios em combater o coronavírus. Várias falhas já foram apontadas na vacina, mas ela segue sendo financiada em todo mundo por causa do compromisso dos governos capachos do imperialismo, como o governo Bolsonaro, em promovê-la. Enquanto isso, países como China, Rússia e Cuba avançam em seus testes para uma nova vacina.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Trótski: vida e obra | Curso completo (35ª Universidade de Férias do PCO)

676 Visualizações 12 horas Atrás

Watch Now

Send this to a friend