Coronavírus
Nesta quarta número de mortes por covid batem um triste record em consequência da política genocida da direita no Brasil
coronavirus-morte-cemiterio-caju-rio-de-janeiro-1
Cemitérios estão com grandes filas de espera | Foto: reprodução
coronavirus-morte-cemiterio-caju-rio-de-janeiro-1
Cemitérios estão com grandes filas de espera | Foto: reprodução

Nesta quarta-feira, o Brasil registrou 1.382 novas mortes em decorrência do novo coronavírus, o maior número em mais de 5 meses. O número mais alto ocorreu em agosto de 2020 e no mês de janeiro a média de mortes é altíssima. A maior e mais constante alta ocorreu entre 12 e 16 de janeiro, foram 1.109, 1.283, 1.151, 1.131 e 1.039, respectivamente.

A retirada do auxílio emergencial e o empobrecimento das famílias em decorrência da crise econômica levou os trabalhadores a se exporem mais nesse final de ano e inicio de janeiro para tentar ganhar algum dinheiro para manter a família. Essa é a política genocida da direita que em vez de dar as condições para as famílias ficarem em casa, corta os programas assistenciais e obriga os trabalhadores a saírem de casa em meio ao agravamento da pandemia.

Relacionadas
Send this to a friend