Bovespa fecha em forte queda

bovespa2-585x390

O árido ambiente econômico do Brasil do golpe produziu nesta quinta-feira (17/05) a maior queda da BOVESPA um um único dia desde maio de 2017, o principal indicador perdeu 3,37%.

Vale, Petrobras e os bancos privados Itaú e Bradesco também tiveram um dia de grandes perdas, o que ajudou a formar o índice negativo da bolsa.

Analistas dos bancos listam entre os fatores causadores da queda a manutenção da taxa SELIC em 6,5%, interrompendo uma serie de reduções sucessivas.

O que fica claro, contudo, é que o país está aos poucos deixando de ser um terreno seguro para investimentos. O capital, que não tem pátria, só fica em terreno arenoso se os ganhos forem estratosféricos e justificarem quaisquer riscos.

O efeito manada que pode ser causado por esse tipo de queda tem potencial destruidor para a já combalida economia nacional.