Manobra eleitoral da direita
PSOL oficializou candidatura da chapa Boulos-Erundina, lançada anteriormente pela imprensa capitalista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
boulos
Luiza Erundina e Guilherme Boulos | Foto: Nelson Antoine/Folhapress

Durante quase todo o dia de ontem (20), a Folha de S.Paulo, um dos principais órgãos da imprensa golpista brasileira, manteve em sua página principal a notícia de que Guilherme Boulos e Luiza Erundina tinham sido escolhidos para concorrer às eleições municipais de São Paulo. Devido à tradição vigarista do Grupo Folha, seria esperado que a chapa Boulos/Erundina, pelo destaque que recebeu, correspondesse à candidatura do PSDB ou de algum outro partido da direita. Ou que, ainda, fosse uma candidatura tão popular, como a de uma figura como o ex-presidente Lula, que a Folha de S.Paulo não pudesse ignorar. Mas não se trata de quaisquer casos desses.

A Folha de S. Paulo festejou a escolha de Guilherme Boulos como candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo porque esse foi o candidato que a burguesia escolheu como seu “adversário”. Isto é, não bastasse a direita lançar seus candidatos, que são verdadeiramente inimigos do povo, como João Doria, Geraldo Alckmin, Bruno Covas e José Serra, a burguesia também busca interferir diretamente nas escolhas da esquerda, de modo que essa decida lançar os piores, mais direitistas, mais impopulares e menos competitivos candidatos possíveis.

Não é incomum que a burguesia utilize o PSOL como um instrumento para confundir e dividir a esquerda. Em 2006, nas eleições presidenciais, Heloísa Helena, então candidata do PSOL, recebeu bastante apoio da direita para tirar votos do PT e impedir que o então presidente Lula conseguisse propor reformas que fossem no sentido da legalização do aborto. No período que precedeu o golpe de 2016, por outro lado, o próprio Guilherme Boulos recebeu espaço da Folha de S.Paulo para fazer campanha contra o PT. Nesse caso, não só a burguesia pretende impulsionar o PSOL contra os setores mais combativos da esquerda como selecionou aquele que, na sua visão, teria melhores condições de confundir o movimento: Guilherme Boulos, o defensor da frente ampla e traidor das mobilizações pelo Fora Bolsonaro.

Nos últimos meses, Boulos desempenhou um papel significativo para que a mobilização dos trabalhadores e da esquerda contra o governo se arrefecesse. O psolista, que nunca havia defendido publicamente o Fora Bolsonaro — pelo contrário, vinha repetindo que Bolsonaro foi eleito democraticamente e que deveria terminar o mandato —, emergiu, com grande apoio da imprensa burguesa, como o “grande líder” dos atos pelo Fora Bolsonaro. Desde então, tem tomado todo tipo de medida para transformar as manifestações em comícios eleitorais despolitizados e com as cores do PSDB.

Essas manobras são consequência direta do tipo de aliança que Boulos vinha procurando desenvolver. Sem quaisquer pudores, o “grande líder” do Fora Bolsonaro apareceu em manifestos e eventos ao lado de vigaristas da pior qualidade, incluindo Fernando Henrique Cardoso. Se Boulos está disposto a vender a mobilização revolucionária do povo e da esquerda por um afago da direita golpista, então será o “adversário” dos sonhos da candidatura oficial da burguesia. É justamente por isso que a Folha de S.Paulo, a Revista Veja e a Rede Globo fizeram campanha para que o PSOL o escolhesse como candidato.

Luiza Erundina entra na chapa como mais um elemento para garantir que a candidatura de Boulos não dê um único passo fora da linha demarcada pela burguesia. Erundina, apontada por Boulos como “a melhor prefeita de São Paulo”, foi na verdade, um dos quadros mais direitistas do Partido dos Trabalhadores. Erundina reprimiu a mobilização dos trabalhadores da CMTC contra a privatização da empresa e, não bastasse isso, abandonou o partido que a elegeu prefeita para ir para o PSB, um partido completamente integrado ao regime político.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas