Agricultura sem comida
Agricultores são, propositalmente, “esquecidos” pelo governo Bolsonaro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolsonaro
Jair Bolsonaro, presidente fraudulento algoz das famílias pobres | Foto: reprodução

O (des)governo bolsonaro continua criando barreiras para a sobrevivência do trabalhador brasileiro no ano de 2020.

Desde a a criação do auxílio emergencial, o Sr. Jair Bolsonaro vem reclamando consideravelmente, de ter que pagar o auxílio emergencial aos trabalhadores e trabalhadoras brasileiras, alegando que tal pagamento irá gerar dívidas do governo para com os mecanismos de controle financeiro do Estado.

Essa questão é principalmente sentida pelos trabalhadores rurais, que estão vendo seus benefícios serem cancelados, com a mesma falsa alegação de endividamento. O governo já deixou bem claro que não poderá prosseguir com os pagamento aos trabalhadores rurais, enquanto cede empréstimos bilionários para os empresários brasileiros, principalmente os do setor financeiro.

Nesse momento, questiona-se mais uma vez as prioridades do governo, que apesar de bem claras, ainda suscitam discussões em alguns setores da burguesia (influenciada e inflamada pela grande mídia – que se diz nacionalista).

Desta forma, trabalhadores rurais estão perdendo todos os direitos – legalmente instituídos – que garante a sua sobrevivência mais elementar, como a alimentação e moradia.

A classe trabalhadora do país necessita se unificar, no campo e na cidade, em prol da luta combativa ao capital. O PCO sempre se coloca ao lado da luta dos trabalhadores para a defesa dos direitos e das reivindicações das massas populares, sejam elas do campo e/ou da cidade.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas