Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
mst marcha
|

O presidente ilegítimo Jair Bolsonaro declarou em uma de suas transmissões ao vivo  semanais no facebook que vai cumprir duas promessas de campanha para agradar os latifundiários e atacar duramente os movimentos de luta pela terra.

Uma das promessas é a de tipificar as ocupações de terra como ato terrorista. Segundo o vídeo, Bolsonaro afirma que está finalizando um projeto, e que está negociando com os parlamentares a sua aprovação.

A outra promessa é tão escandalosa quanto ao classificar ocupações de terra como terrorismo. O fascista Bolsonaro quer aprovar uma lei que isente os latifundiários de culpa em casos de ocupação de terra. Essa proposta é dar o aval para que o latifundiário possa matar quem ocupa suas terras e não ser processado.

São duas propostas que caem como uma luva para os latifundiários e a extrema-direita. Um projeto de lei complementa o outro, pois um vai colocar o aparato repressivo do Estado para perseguir os trabalhadores sem-terra com extrema violência e o outro vai legalização dos esquadrões da morte no campo, que já existem e vão atuar agora com o aval da lei.

Essas duas propostas são o resultado da imobilidade da esquerda no campo. As medidas tomadas pelo presidente ilegítimo Bolsonaro já deveriam estar sendo combatidas com uma onda de ocupações de terra, fechamento de rodovias e de prédios públicos.

Esses projetos de lei vão atacar todo o movimento de luta pela terra, desde trabalhadores sem-terras até indígenas expulsos de suas terras. É preciso uma unidade dos movimentos de luta pela terra para enfrentar a ofensiva do governo ilegítimo de Bolsonaro.

O parlamento e a justiça, que já demonstrou que está do lado dos bolsonaristas, não vão barrar essa ofensiva e a luta deve se basear nos próprios trabalhadores e nas ações nas ruas.

É preciso unificar imediatamente a luta do campo e da cidade para derrotar Bolsonaro e iniciar uma onda de ocupações de terra por todo o país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas