Não à privatização do ensino
O discípulo de Milton Friedman, Paulo Guedes está extinguindo o bolsa familia e quer dar dinheiro do fundeb para os tubarões do ensino
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Bolsonaro e Paulo Guedes
Bolsonaro e Paulo Guedes | Foto: reprodução

O governo golpista do fascista Bolsonaro, com a argumentação falaciosa de que continuará a conceder o bolsa família, que até foi extinto e agora se chama Renda Brasil, através do golpista, neoliberal, banqueiro e ministro da economia Paulo Guedes quer tirar do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) o valor de R$ 6.000.000.000,00 ao ano para dar ao patrões da rede de ensino privada.

Conforme informações da imprensa golpista da Globo a votação que seria ontem (20) foi adiada para hoje e, a manobra do governo golpista é de dividir o valor destinado ao Fundeb pela metade, e seria repassado somente até esse ano, de acordo com a proposta do governo golpista, seria ampliado e se tornaria de cunho permanente, porem, seu valor pode ser reduzido à metade, pelo fato da outra parte ser entregue aos exploradores da educação, ou seja, o ensino privado.

O Fundeb garante o reforço de caixa de estados e municípios para investimentos da educação infantil ao ensino médio. A verba é usada para pagar de salários dos professores a reformas de escolas. Em 2019, os recursos equivaleram a R$ 166,6 bilhões.

Na prática, a manobra do fascista Bolsonaro, apesar da balela de que parcela da verba do Fundeb irá para população pobre, aos 14.283.507, dados referentes ao mês de junho, do extinto programa Bolsa Família, quando na realidade a manobra de alterar criar um “Renda Brasil” será somente para distribuir verbas para os patrões do ensino privado e rebaixar os salários dos profissionais da educação, evitar de reformar e construir novas escolas, etc., conforme o aprendiz de Milton Friedman, Paulo Guedes que, quando apresentou a proposta, “afirmou que o acesso à educação não seria precarizado, pois a ideia é permitir que os alunos acessem o ensino privado por meio de bolsas de estudo bancadas pelo governo.”

A equipe do banqueiro, neoliberal Paulo Guedes sustenta que, em muitos casos, o governo gastaria menos ao pagar bolsas para instituições privadas do que se optasse por construir e manter novas escolas públicas. (Folha de São Paulo – 20/07/2020)

Enquanto os golpistas retiram verbas aos profissionais da educação, fecham escolas, não constroem creches, etc., está e preparando para entregar bilhões aos tubarões o ensino.

Não à privatização do ensino

É preciso tirar Bolsonaro e toda sua corja do governo.

Fora Bolsonaro e todos os golpistas e eleições gerais.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas