Troca de ministros fascistas
Após o golpista Sérgio Moro se demitir da função, Bolsonaro nomeia o pastor André de Almeida Mendonça para o cargo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
27fev2019---o-advogado-geral-da-uniao-andre-luiz-de-almeida-mendonca-1555948781416_v2_1920x1279
Imagem: Isac Nóbrega/PR |

Da redação – Bolsonaro nomeou André de Almeida Mendonça para o cargo de ministro da justiça, função que era ocupada pelo golpista e ex-juiz da Lava Jato Sérgio Moro. Mendonça conta com o apoio da bancada evangélica e é pastor da Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília. O novo ministro da justiça estava ocupando o cargo da Advocacia Geral da União, que agora será comandada por José Levi do Amaral, indicado por Paulo Guedes.

Para a Polícia Federal, Bolsonaro nomeou o amigo intimo de seus filhos, Alexandre Ramagem.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas