Siga o DCO nas redes sociais

Sai Nazista, entra nazista
Bolsonaro coloca aliado de “Goebbels” como secretário de Cultura
Diário Oficial da União publica designação de novo interino para a Secretaria
Webp.net-resizeimage
Sai Nazista, entra nazista
Bolsonaro coloca aliado de “Goebbels” como secretário de Cultura
Diário Oficial da União publica designação de novo interino para a Secretaria
Foto: Reprodução
Webp.net-resizeimage
Foto: Reprodução

Um aliado de Roberto Alvim, ex-secretário da Cultura do governo, foi designado para o cargo de forma interina, segundo a edição do Diário Oficial da União publicada hoje (13). Odecir Luiz Prata da Costa é da equipe da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic).

O posto vem sendo ocupado interinamente desde a exoneração de Roberto Alvim, após o pronunciamento em que cita Joseph Goebbels, ministro de propaganda da Alemanha nazista, ao som de Richard Wagner, compositor preferido de Hitler. O então secretário afirmou tratar-se de uma “coincidência retórica”, em tentativa frustrada de esconder o caráter de seu discurso.

O vídeo deixou ainda mais evidente a finalidade do governo de Bolsonaro, não só no âmbito da arte, mas em toda a esfera de domínio da sua política fascista.

Apesar da demissão, ocasionada pela exagerada explicitabilidade do contexto criado pelo ex-secretário, os ideais do governo para a produção de cultura permanecem. Odecir Luiz Prata, o novo interino, era subordinado a José Paulo Soares Martins, que comandava a Sefic e é grande aliado de Roberto Alvim. Martins foi, inclusive, o primeiro interino após a sua demissão.

É preciso lutar contra o governo golpista sem ilusões institucionais. A exoneração do nazista não significou mudança alguma: o caráter desta política permanecerá independente das aparências e só poderá ser combatido através da imediata derrubada de Bolsonaro.