Ditadura militar
Discurso foi feito durante anúncio do Plano Safra de 2020-2021
jair bolsonaro
Presidente ilegítimo Jair Bolsonaro. | Foto: Evaristo Sá / AFP
jair bolsonaro
Presidente ilegítimo Jair Bolsonaro. | Foto: Evaristo Sá / AFP

O presidente ilegítimo Jair Bolsonaro, em mais uma demonstração de saudosismo da ditadura militar de 1964-1985, decidiu homenagear aquele que chefiou o período mais violento do regime comandado diretamente pelas Forças Armadas: Ernesto Garrastazu Médici. A declaração foi dada em meio no lançamento do Plano Safra 2020-2021​. Disse Bolsonaro:

“Quero render uma homenagem aqui que, no passado, propiciou isso a todos nós, que foi o presidente Emílio Garrastazu Médici. Ele teve a ideia de criar a Embrapa e mandar jovens filhos de agricultores para fora do Brasil para buscar o que tinha de melhor no mundo”.

A homenagem à ditadura militar é mais uma ameaça à esquerda e a toda população. Por vezes, Bolsonaro já saiu em defesa do torturador Carlos Brilhante Ustra e outros ditadores assassinos da América Latina.

 

Relacionadas
Send this to a friend