Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
imagem
|

Como parte da tentativa de levar sua candidatura em uma legenda de aluguel como o PSL, Jair Bolsonaro conseguiu montar seu acesso a palanque no estado de Pernambuco por meio do pré-candidato ao governo do Estado Coronel Luiz Meira, recém-filiado ao PRP.

A pré-candidatura do Coronel Meira foi chancelada pelo que a extrema-direita está chamando de G6 – um grupo de partidos como o PSL, de aluguel, para formar alguma sustentação artificial para Bolsonaro. Entre estes, estão: PSL, PRP, PV, PSDC, PHS e PRTB.

Para o estado de Pernambuco também, o mesmo grupo articulou a pré-candidatura a Deputado Federal de Albérisson Carlos, presidente da Associação dos Cabos e Soldados de Pernambuco que disputou em 2016 o cargo de vereador pelo PSDB e perdeu. Além disso, a reeleição do Deputado Estadual Joel da Harpa (Podemos-PE), que queria dar um título de cidadão pernambucano para Bolsonaro, se não fosse a pressão que sofreu por querer algo tão impopular.

A pauta do encontro que ocorreu entre todos estes para definir tais pré-candidaturas foi, mais uma vez, a falácia da segurança pública, que está expressa diretamente como a nova palavra de ordem para a direita após a “luta contra a corrupção”. Na prática, sabemos muito bem que a direita não está preocupada de fato com quaisquer das bandeiras levantadas acima, mas sim em massacrar ainda mais a população mais desfavorecida.

O palanque artificial da extrema-direita brasileira está criado. No entanto, vale ressaltar que a popularidade real desses indivíduos é nenhuma. Por serem extremamente impopulares, principalmente no Estado em que nasceu o ex-presidente Lula, toda essa máscara precisa ser criada para Bolsonaro ter um palanque para que possa praticar suas demagogias.

No entanto, é preciso até mais do que repudiar esta formação de chapa artificial, intensificando principalmente a luta contra o golpe e seus comitês, que poderão recepcionar da “melhor forma” o aspirante de Hitler e mostrar como se deve tratar a direita: socando a cabeça de fascistas na parede.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas