Bolsonaro é o candidato dos assassinos de mulheres: Guilherme de Pádua vira seu cabo eleitoral

padua

Bolsonaro representa tudo aquilo que antipopular, ou seja, é o candadato da extrema-direita que prega muito bem sua cartilha: o massacre dos setores oprimidos do país, sabendo que quem os compõe são negros, mulheres, homossexuais, etc. Não é coincidência que seus apoiadores corroborem inteiramente com sua agenda de massacre da população e por isso expressam essa mesma característica.

Uma demonstração disso, está no apoio de Guilherme de Pádua, o que nos remete para uma situação anterior. O ex-ator, hoje pastor, não é nada menos do que o assassino da filha de Glória Perez, Danielle Perez, este é o tipo de apoio que recebe. O fantoche da direita, é um dos maiores representantes dos ataques hoje promovidos contra as mulheres como um todo, e deixa isso explícito. Por mais incongruentes que seja seu discurso, Bolsonaro deixa claro que é o inimigo número das mulheres.

Sua gama de defensores não seria diferente, ou seja, é o candidato dos assassinos de mulheres . Aquele que prega a violência direta das mulheres, não receberia apoio de outros setores se não fossem igualmente pérfidos. Em vídeo, Pádua tenta se fazer neutro, ou como diz ele durante o vídeo “moderado”, mas fica clara sua defesa ao candidato fascista, onde aponta sua vitória como certa. Além de comprovar a tese de que os fascistas não mais possuem impedimento algum para se inserirem no cenário, assim como não tentam mais esconder seu verdadeiro caráter amparados em candidaturas fascistas, aqui em especial a de Jair Bolsonaro.

Isso também demonstra a demagogia e moralismo que prega a direita golpista com os setores minoritários, já que na verdade é ela quem chancela a opressão desses setores e promove ataques constantes. Bem como declara em seu discurso conservador, Bolsonaro, somente tende a atrair os setores mais obscurantistas e contra o povo porque é isto que o mesmo representa.