Bolsonaro e Guedes confirmaram a privatização dos Correios. É hora dos ecetistas gritarem fora Bolsonaro!

Jair Bolsonaro takes office as Brazil's President

Desde do dia 17 de abril deste ano, se tornou oficial a notícia de que o governo fraudulento e golpista de Jair Bolsonaro vai privatizar os Correios.

Em entrevista a Globo News, o ministro golpista Paulo Guedes afirma que Jair Bolsonaro autorizou a privatização da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), maior empresa de Correios da América Latina.

E na manhã da quinta-feira (25/4), o fascista Jair Bolsonaro, em café da manhã com jornalistas da imprensa golpista, afirmou: “dei sinal verde para estudar a privatização dos Correios. Tem que rememorar para o povo o fundo de pensão, que a empresas foi o foco de corrupção com o mensalão”, mostrando que o seu governo golpista está mesmo para dilapidar o patrimônio do povo brasileiro, em favor dos grandes capitalistas do mercado postal.

Diante dessa ameaça real a vida dos trabalhadores dos Correios e até a existência de suas organizações, os sindicatos dos Correios e seus representantes nada tem a dizer, a não ser, correr atrás de deputados de esquerda no desmoralizado Congresso Nacional, para que seja feito discursos contra a privatização. Uma ação estéril, já que esses deputados só apanharam da direita nestes últimos três de golpe.

É preciso mobilizar os trabalhadores em ações concretas contra a privatização e a política dos golpistas, a começar pela inclusão dos trabalhadores da ECT na campanha contra o golpe de Estado, pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas e pela Liberdade de Lula.

A permanência de Jair Bolsonaro e demais golpistas no poder colocar em risco a existência da categoria ecetista, é preciso reagir a altura, seguir os gritos do povo, durante o carnaval desse ano, pelo Fora Bolsonaro, e pelos Correios público, estatal e de qualidade, controlado pelos próprios trabalhadores.