Correios
Tropa de Choque desocupou prédio do CTCE Indaiatuba, ocupado pelos trabalhadores em greve
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
correios
Caminhões parados. | Arquivo DCO.

Na noite desse domingo, dia 30, a tropa de choque da Polícia Militar de João Doria, governador de São Paulo, cercou e desocupou o CTCE (Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas) Indaiatuba, na região de Campinas-SP.

Os trabalhadores dos Correios, em greve, ocupavam o prédio, um dos maiores setores operacionais do País desde o dia 26 (quarta-feira) à noite. A categoria sabe que sem medidas radicais a empresa e o governo Bolsonaro não irão ceder em seus planos de privatizar os Correios e acabar com os direitos dos trabalhadores, além das demissões em massa que serão resultado da entrega da empresa para os capiatlistas.

A greve dos Correios já entra em sua terceira semana e preocupa os planos de Bolsonaro, Paulo Guedes e do presidente da ECT (Empresa Brasileira de Correis e Telégrafos), general Floriano Peixoto. Esses golpistas temiam que o exemplo da ocupação em Indaiatuba se espalhasse para outros setores, aumentando a mobilização e colocando a empresa na parede.

Por isso, mostrando que os golpistas estão todos unidos para privatizar os Correios e atacar os trabalhadores, Bolsonaro contou com a PM de João Doria (PSDB) para retirar os trabalhadores à força do prédio.

Além da repressão, a presença da polícia é um ataque ao próprio direito de greve e de manifestação dos trabalhadores.

Apesar da desocupação, os trabalhadores da região de Campinas deram o exemplo. A greve dos Correios continua em todo o País, contra a privatização e a retirada de direitos. Está claro que será preciso derrotar Bolsonaro e todos os golpistas para conseguir uma vitória da categoria e para isso, serão necessárias mais medidas de força como foi a ocupação do CTCE Indaiatuba.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas